SobreSites > Histórias em Quadrinhos > Personagens > Ken Parker
Página Inicial do Guia
Portais de HQ
Quadrinhos Online
Blogs
Personagens
Guia de Compras
Tiras
Editoras
Livros
Revistas
Fóruns
Lojas
Festivais
Cursos e Estudios
Artigos e Resenhas
Bastidores
Envie Guia por E-mail
Fale com o Editor
  Histórias em Quadrinhos
Bruno Cruz
Editor do seu Guia de Histórias em Quadrinhos
Pesquisa personalizada
PERSONAGENS

Ken Parker

Ken parker: rifle compridoNinguém sabe fazer filmes de Velho Oeste tão bem quanto os italianos. Se isto é uma grande verdade, não é menos verdadeira a afirmação em relação aos quadrinhos. Ken Parker é um dos grandes personagens criados na bota européia.

Em sua longa vida, passou pelos mais diversos e elaborados roteiros, tendo como cenário o faroeste americano. Chegou mesmo a ser seqüestrado por piratas e vendido como marinheiro, indo parar no ártico (numa de suas mais belas sagas). Esteve em Winipeg (Canadá), trabalhou com franceses e ingleses fugidos da derrota na independência norte-americana; ajudou sempre os índios na sua luta pela sobrevivência.

Como Tex, foi também incorporado em uma das tribos amantes da paz. Ao contrário deste, porém, nunca teve uma aura de superioridade com os irmãos indígenas (a verdade é que Tex sempre esteve acima dos índios, ainda que como herói).

No Brasil, teve sua saga publicada quase na íntegra pela editora Vecchi. Faltaram apenas as duas últimas revistas da série que acabaram sendo publicadas em 1990 pela Best News. Recentemente, Giancarlo Berardi e Ivo Milazzo (os autores) retomaram o personagem numa nova série de sagas, na qual Parker terminou preso. A Mythos estava lançando esta nova fase no Brasil, mas abortou o projeto no meio. De Ken Parker, pode-se dizer que é detentor dos melhores roteiros e argumentos de quadrinhos já feitos. Entretanto, nunca saiu do terreno cult.

O Clube dos Quadrinhos tem mantido o personagem vivo pelo seu selo editorial Tapejara. Eles estão fazendo uma longa publicação da primeira fase de histórias do herói nas livrarias (aquela lançada pela Vecchi nos anos 1970). O público brasileiro voltou a ter acesso a melhor obra de quadrinhos do Velho Oeste, mas a Tapejara já reduziu a tiragem de 1000 para 500 exemplares. Só que vai demorar até chegar a nova fase do herói. Os leitores terão de ter muita paciência para saber o final da história ou aprender italiano para lê-la no original, o que for mais rápido (acho que a segunda opção - provavelmente).

Guia de compras
Como já disse, o Clube dos Quadrinhos tem feito uma edição primorosa das primeiras histórias de Ken Parker. Aqui, listei alguns desses títulos com breves apresentações. Os links levam direto para a venda da Submarino.

Matéria do Universo HQ
Sidney Gusman fala bastante do personagem, contando seus percursos nas diversas editoras que teve no Brasil e resenhando as obras lançadas pelo Club dos Quadrinhos.

Matéria do Sobrecarga
Rafael Lima é bem audaz. A matéria é ótima, mas bem pesada. Não é para ser lida de forma relaxada. O Lima faz uma análise profunda através de um paralelo entre Ken Parker e Corto Maltese. O crítico defende a tese de que era a melhor série contínua editada no Brasil, em 2003. Eu concordo…

Verbete da Wikipédia
O verbete é sucinto. Traz algumas informações relevantes sobre o personagem de modo sintético e direto. Conta um pouco da sua origem, comenta e revela sobre sua repercussão nos quadrinhos. O termo banda desenhada dá a entender que foi escrito por português. Tem uma lista bem pequena de personagens. Contudo, a wiki é bastante volátil e é possível que já tenha havido algumas mudanças desde a minha última consulta.

O oficial do Texbr
Não tem muita informação sobre o personagem, mas valeria pelo calendário de lançamentos no mundo e no Brasil, especificamente, se o site não tivesse parado o calendário em 2004.

O Supraoficial
Este é o da uBC propriamente dito (a versão não oficial da editora italiana do Ken Parker). Tem bastante informação, inclusive dos bastidores do personagem. Conta como o personagem foi feito, as dificuldades de mantê-lo publicado e cita alguns dos personagens que aparecem na série. O site tem versão em português. Yudae acrescenta que o tradutor do site para versão brasileira é o Julio Schneider (vejam abaixo).

Ken Parker no Brasil
A uBC colocou também uma matéria do Ken Parker no Brasil. Julio Schneider e Marco Gremignai falam desde o lançamento do personagem, em 1978 pela Vecchi, até 2000. Excelente documento de tudo que foi lançado sobre o personagem no País durante o século passado.

Laerte fala de Ken Parker
Laerte Coutinho fez uma resenha do personagem no Cybercomics. Não traz muita informação, mas vale pelo tom pessoal que o Laerte deu à matéria.

Ivo Millazzo no Mundo HQ
O portal HQ Cosmo fala do desenhista que fez Ken Parker. A matéria traz diversas curiosidades, entre elas a criação pelo desenhista de um personagem amazônico (índio Carajás). Vale para quem quer conhecer um pouco mais sobre Ivo Millazzo.


« índice de personagens

14 comentários sobre esse artigo:

  1. Yudae escreveu:

    Bruno, bem que você poderia fazer uma matéria sobre o grande Tex Willer, não?

  2. Bruno Cruz escreveu:

    Claro Yudae. Estou trabalhando nela, aliás. Por ora, há quatro personagens da UBC no forno e mais três da Marvel e três da DC. Isso fora Piratas, Vagabound, e dois das antigas. Quando eu digo no forno, quero dizer em adiantado estado de copilação e com uma prévia já no site mas ainda não diponibilizada. O problema é que esse trabalho demora e eu preciso produzir em várias frentes ao mesmo tempo. Eu optei por centrar esforços no Ken, porque é mais dificil navegar pelo material deste do que do Tex. Mas o carro chefe da UBC vai estar aparecendeo por aqui muito em breve.

  3. Yudae escreveu:

    Entendi, Bruno, mas o que quis dizer com UBC? É algo a ver com Bonelli Comics? Ou estava se referindo ao site UBC?

  4. Bruno Cruz escreveu:

    Oi Yudae
    UBC (na verdade uBC) é o site “un-oficial” “pero no tanto” da Bonelli. Não sei se tem todos, mas creio que há pelo menos os editados no Brasil. É um mega portal que tem inclusive uma parte dedicada ao nosso páis. Te sugiro passar lá (se é que você já não conhece) http://www.ubcfumetti.com/

  5. Yudae escreveu:

    Sim, conheço o site, inclusive, se não estou enganado, as páginas em português foram traduzidas por Julio Schneider, tradutor dos fumetti no Brasil.
    Mas a Sergio Bonelli Editore tem seu próprio site, disponível em italiano e inglês: http://www.sergiobonellieditore.it/
    Ah, sim, Bruno, gostaria de saber de onde tirou meu e-mail.

  6. Bruno Cruz escreveu:

    Boa indicação Yudae.
    Eu ainda prefiro o “un-oficial”, eles tem mais liberdade e estão publicados em mais idiomas (inclusive o português). Mas o da Bonelli é sempre o da Bonelli. E o oficial é sempre o oficial.
    Ah, eu não sabia que ele havia sido traduzido por Julio Schneider. Boa informação. Vou acrescêntá-la na descrição do site.
    Na verdade, eu não saberia lhe dizer de onde tenho seu email. Talvez tenhamos trocado correspondência em alguma lista ou efetuado compras pelo mercadolivre. Mas minha memória não é tão boa.

  7. Perci Lima escreveu:

    Na verdade o envio deste e-mail são por dois motivos.
    1°)- Tenho uma coleção da revista Ken Parker, da Editora Vecchi faltando apenas os n° 02 e 47, dos 53 volumes. Quero vendê-los. Como vocês estão mais ligados nisso, quem sabe indiquem um comprador.

    2°)- Tenho uma coleção de Gibis antigos com um acervo de aproximadamente 1200 revistas em ótimo estado, dos anos 40, 50, 60, 70 e 80. Também quero vendê-los.

    Se souberem de alguém interessado por gentileza, mandem entrar em contato pelo e-mail: percilima@sitiodoperlim.com.br com Perci Lima, em Foz do Iguaçu-PR., Rua Quintino Bocaiuva, 1200, CEP.85851-130, ou pelos telefones 45-3523-4955 ou 8405-8316.

    Obrigado e um abraço do

    Perci

  8. Lucas Pimenta escreveu:

    Bela matéria sobre Rifle Comprido.
    Quando puder dá uma olhadinha no KEN PARKER Blog.

    Lá vai poder encontrar de tudo sobre a vida do Scout.

    Abraços

  9. manoel escreveu:

    É sempre gratificante relembrar algo que nos faz bem,Ken Parker,Tex e Zagor nos leva a lembranças longinquas do nosso presente passado da nossa adulta infância(ler gibis sempre foi vista como coisa de criança por isso o dito ‘adulta’…)seria tão bom que fossem relançadas as histórias de Ken Parker afinal recordar é viver.

  10. Perci Lima escreveu:

    ACHO SUA PÁGINA SIMPLESMENTE, FANTÁSTICA!

    PARABÉNS E CONTINUE ASSIM.

    UM ABRAÇO DO

    PERCI

  11. Lucas Pimenta escreveu:

    vc tem ainda o link dessa matéria do laerte?

    Laerte fala de Ken Parker
    Laerte Coutinho fez uma resenha do personagem no Cybercomics. Não traz muita informação, mas vale pelo tom pessoal que o Laerte deu à matéria.

  12. LuizJogos escreveu:

    Ola amigo! Nao sou de ficar fazendo comentario, mas eu queria parabeniza-lo pelo otimo site que voce tem! Continue com esse otimo trabalho!

  13. moises araujo escreveu:

    Gostaria que alguem destes leitores pudessem me ajudar com endereços e telefones de locais ou pessoas que poderiam me orientar como conseguir revista do tex willer nas linguas portuguesa, inglesa, italiana e espanhola, isto de forma consecutiva a cada numero da revista.O motivo e que alem de ser fã deste personagem sou estudante destas linguas e seria uma forma bastante divertida e proveitosa, aprender estas linguas desta forma.

    Moro em MANAUS/AM meu telefone para contato é 092 2126-7176 e 092 3238-3728.

    Obs. já tentei pelas editoras mas não tive sucesso e fui orientado pelas mesmas a consultar o fã clube do TEX.

    Obrigado pelo espaço.

    Moises Araujo.

  14. moises araujo escreveu:

    Gostaria de adquirir as revistas TEX em varios idiomas como portugues, ingles, italiano e espanhol.

    O que devo fazer para obter esta solicitação ?

Deixe um comentário:

Projeto SobreSites | Sala de Imprensa | Usabilidade
Política de Privacidade | Condições de Uso | Torne-se Editor